Translate

terça-feira, fevereiro 05, 2013

As propriedades emergentes e os níveis de organização em biologia


AS PROPRIEDADES EMERGENTES E OS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO EM BIOLOGIA

Maximiliano Mendes

As propriedades e estruturas emergentes, em resumo, são as que surgem, emergem, a partir das interações e arranjos de componentes de um sistema que, tomados individualmente, não possuem aquela propriedade ou estrutura. Por exemplo, quando os íons de Cloro e Sódio se unem para formar o Cloreto de Sódio, o sal de cozinha, um composto iônico, emerge a propriedade sabor salgado. Tomados individualmente, nem o Cloro e nem o Sódio são salgados. Outro exemplo: um formigueiro surge a partir das interações mediadas por substâncias químicas liberadas por diversas formigas. Uma formiga sozinha não apresenta a propriedade "divisão de tarefas". Note que essas propriedades ou estruturas emergentes não são apenas a soma dos componentes, deve haver a interação e/ou o arranjo específico.



Estudamos os organismos seguindo uma organização hierárquica de complexidade, sendo que, podemos considerar que cada nível, com suas estruturas e novas propriedades, emerge a partir dos componentes do nível anterior:



1. Átomos: são os elementos químicos. Constituem a unidade fundamental da matéria.
2. Moléculas: os átomos se ligam uns aos outros para formar moléculas. Lembrar que nas moléculas os átomos estão unidos por ligações covalentes. Quando os elementos são unidos por ligações iônicas o arranjo recebe o nome de composto iônico (um bom exemplo é o NaCl).
3. Organelas e estruturas celulares: constituídas de diversas moléculas, executam funções específicas dentro das células.
4. Células: são as unidades fundamentais dos seres vivos. Uma célula pode ser definida como sendo um compartimento membranoso preenchido por um material gelatinoso onde ocorrem os processos metabólicos, necessários para a manutenção da vida.
5. Tecidos: conjunto de células geralmente semelhantes na forma e função. Os seres humanos possuem quatro tipos de tecidos adultos: epiteliais, conjuntivos, musculares e nervoso.
6. Órgãos: estruturas constituídas de tecidos, que executam uma função corporal mais característica.
7. Sistemas: conjunto de órgãos integrados funcionalmente.
8. Organismos. Lembrando que vários organismos são unicelulares, ou seja, não possuem tecidos e nem órgãos.



9. População: conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que habita uma região geográfica em um determinado tempo.
10. Comunidade biológica ou biocenose: conjunto de populações de espécies distintas que habitam determinada região e interagem direta ou indiretamente.
11. Ecossistema: conjunto das comunidades e suas interações com o ambiente físico (temperatura, umidade, composição química...).
12. Biosfera: camada superficial do planeta que abriga todos os ecossistemas, sendo assim, é a camada que abriga os seres vivos do planeta.

Referências:

Amabis & Martho. Biologia das Células. Moderna. 2010.
Bedau, MA & Humphreys, P. (Editores). Emergence: Contemporary Readings in Philosophy and Science. The MIT Press. 2008.
http://en.wikipedia.org/wiki/Emergence
http://pt.wikipedia.org/wiki/Emergência


Gostou do material? Achou útil? Quer me ajudar? Clique nos anúncios e no G+1.x